Bem-vindo!

  • E-mail

    contato@fabianopalestras.com.br
  • Telefone

    (44) 99969-1822

Blog

  • Home
  • /
  • Blog
  • /
  • AOS PROFESSORES (AS): DA SALA DE AULA PARA A SALA DE CASA – NOVOS DESAFIOS

AOS PROFESSORES (AS): DA SALA DE AULA PARA A SALA DE CASA – NOVOS DESAFIOS

Por Fabiano Ferreira 

A
pandemia do Covid-19 pegou-nos de surpresa, tivemos que mudar drasticamente
nossas rotinas de um dia para o outro. Um setor muito afetado foi o da educação
escolar, que teve suas aulas presenciais suspensas, iniciando um processo
brutal da rotina profissional dos profissionais da educação.



Essas
mudanças, trouxeram novos desafios ao ato de ensinar os conteúdos escolares,
dificuldades da reorganização da vida profissional e pessoal. Buscando
contribuir para melhorar o trabalho do professor neste momento de trabalho
remoto, elencamos algumas dicas práticas que irão te ajudar a facilitar um
pouco a sua vida, vamos lá!




Além de
toda a situação causada pelo isolamento social por causa da pandemia da COVID-19,
os professores deparam-se com uma nova situação “DA SALA DE AULA PARA A SALA DE CASA”.




Diante
deste cenário o professor deparou-se com as atividades pessoais e profissionais
em um mesmo ambiente, passou a lidar, de um dia para o outro, com as inúmeras
cobranças burocráticas do trabalho com datas e prazos de entregas de materiais
sem precedentes, gerando uma sensação de impotência e abalo psicológico.




Devendo
criar novas formas de preparação das aulas, com a interação com os familiares
que passaram a estar presentes na sala de aula online, na relação com os alunos
por meio de aparatos tecnológicos antes utilizados com outras finalidades, ao
mesmo tempo cuidar dos filhos também em isolamento social, dos problemas
familiares, dos afazeres domésticos e administrativos da vida particular.




Esse
quadro caótico, vem acarretando uma sensação de que tudo está uma bagunça,
parecendo que o dia não tem mais 24 horas, muito menos que não existe mais a
divisão do horário do trabalho, da família, dos afazeres domésticos, o que vem despertando
sentimentos como: ansiedade, estresse, nervoso entre outro por não dar conta de
tantas demandas deste período.




Cabe lembrar
que a construção de uma ROTINA em
tempos de atividades não presenciais é algo mais que essencial, pois nosso
cérebro está no “comando automático” anterior ao período de isolamento,
habituado que ao acordar vamos nos preparar e depois saímos para o local de trabalho.





DICA
1 – ROTINA



 



Para
criarmos e mantermos uma nova rotina (e o foco) é preciso compreender que não
vamos mais para a escola, pois, agora, a escola “veio” para a “sala da nossa
casa”. Assim, a organização de uma
rotina
que estabeleça as
atividades profissionais e a separe das tarefas pessoais
são indispensáveis
neste momento de isolamento social e de ensinar os alunos a partir da “sala de
casa”.



É preciso
parar e reorganizar a sua vida, buscando aquilo que já muito difícil na vida de
qualquer professor que atuam em escolas com diversos problemas que é a busca
pelo equilíbrio emocional e a conciliação com os afazeres pessoais.




 



DICA
2 - AMBIENTE



 



Sei como é difícil, mas é preciso RESERVAR UM LOCAL, com uma mesa e/ou
escrivaninha, vale destacar a necessidade que alguns equipamentos e outros
detalhes que você deve atentar-se para que seu trabalho seja desenvolvido da
melhor forma possível:



Optar por um local com boa ILUMINAÇÃO e com POUCO RUÍDO para preparação
das aulas (vídeos, áudios), fazendo adaptações ou verificando se os
equipamentos que você irá usar para gravar as aulas está bem fixo em um tripé
ou noutro local.
Se
for possível deixe neste mesmo local todos os materiais pedagógicos organizados
como livros, cadernos, lápis, borracha etc.   



 



DICA
3-
ORGANIZAÇÃO DO TEMPO:



 



Ter clareza prévia de como será a sua rotina desde
o acordar até ao dormir.



Priorizar por
horários
, como por exemplo,
o que pode ser desenvolvido na parte da manhã, da tarde e da noite.



Fazer um
cronograma semanal
com todos os
horários (se possível fazer uma agenda profissional e uma pessoal) separando os
afazeres. Melhor ainda você conseguir realizar as anotações dos afazeres no dia
a dia, ou seja, tudo que você precisa fazer, pois assim, conforme o dia “vai
passando”, você conseguirá olhar para sua anotação e saber se está concluindo
ou não suas tarefas.



Importante sempre reservar um horário na agenda
profissional para a organização com datas e hora das atividades
profissionais
do dia seguinte como:



1)Verificar se o dispositivo estará com a bateria
carregada;



2) Se os
conteúdos a serem ministrados estão todos organizados sobre a mesa;



3) Se os materiais
estão sendo aplicados corretamente, analisar qual será a melhor metodologia a
ser empregada na aula do dia seguinte;



4) A roupa a ser usada, pois afinal,
você está trabalhando e deve se apresentar no vídeo adequadamente.



 



DICA 4- ELIMINE OS PENSAMENTOS NEGATIVOS



 



Por mais desgastante que seja cumprir com uma rotina estabelecida,
acredite, é melhor do que estar com aquela sensação de ter muitas tarefas
pendentes e de que você não está conseguindo estabelecer as metas para
cumpri-las.



Para que a rotina elaborada por você funcione e atinja os objetivos
propostos você deve eliminar qualquer tipo de pensamento negativo (muito comum
neste período de pandemia), para isso você deve buscar frases de autoafirmação
que poderão contribuir para um melhor desempenho como:



ü Eu sou capaz de organizar minha rotina;



ü Preciso dar foco a cada atividade que estou realizando naquele
determinado horário;



ü Tenho capacidade de lidar com as situações difíceis do dia a dia;



ü Posso fazer melhor pelos meu aluno;



ü Trata-se de uma situação temporária.



E a última dica é para lembrar a você que as atividades que proporcionam
prazer e diversão devem ser contempladas na organização da rotina, com objetivo
de aliviar a tensão vivenciada no momento. Abaixo segue algumas dicas do que
você fazer neste período de isolamento.



 



 



DICA 5 - RESERVE UM TEMPO PARA ATIVIDADES DE LAZER




1) Reserve um
tempo do seu dia para LER um livro, seja ele qual for;



2) Se você gostar,
assistir um bom FILME (sozinho ou acompanhado);



3) LIGUE para
alguém que não pode visitar pessoalmente;



4) Se você em
filhos, é necessário ter um tempo para BRINCAR com eles, se for adultos, faça
algo como ver um filme ou outra coisa possível;



5) Se gosta de
cozinhar, crie ou reproduza uma RECEITA CULINÁRIA.



6) Se preferir
desenvolva alguma atividade ligada as artes;



7) Pratique
atividades físicas;




Por fim, espero que você
tenha gostado das orientações, bem como desejo que você as coloque em prática.




O pensamento abaixo é de
autoria de um dos mais célebres pensadores da educação brasileira “Paulo
Freire”, que se faz pertinente neste momento para que nós educadores possamos
ter em mente que antes de sermos um profissional da educação somos “gente”, com
falhas, com necessidades, com especificidades e que, acima de tudo, precisamos
estar em condições físicas e psíquicas para fazer aquilo que fazemos de melhor
a “ARTE DE ENSINAR”.



 



“Me movo como educador, porque, primeiro, me
movo como gente.” (Paulo Freire)



 



 



NORMAS VIGENTES



Decreto
Estadual Paraná n° 4.258/2020 de suspensão das aulas e de enfretamento a
Emergência da Saúde Pública de importância internacional em decorrência do
CORONAVIRUS –COVID-19



 



Deliberação 01/2020-CP/CEE/PR, de 31 de
março de 2020;



Resolução nº1.016- GS/SEED, de 3 de abril
de 2020;



Resolução nº1.219-SEED, de 15 de abril de
2020, que altera o art. 5º da Resoluçãonº1.016-GS/SEED de 3 de abril de 2020.



 



 



Comentários

Deixe seu comentário

Informe seu nome!

Fabiano Palestras © Todos os direitos reservados
Desenvolvido por
Tempbox